NÚMERO 23

julho 25, 2007 às 8:46 am | Publicado em Filmes | 3 Comentários

Alex Oliveira

Confesso que estava curioso e ao mesmo tempo apreensivo para assistir este filme, pois os comentários negativos eram em maior número que os positivos. Mas tive uma grata surpresa após ver este Número 23 ( number 23 ) e descobrir que ele é muito melhor do que eu esperava.
A minha maior preocupação era quanto ao ator principal, o conhecido Jim Carrey. Todos sabemos que ele é um ator icrível, mas de ….comédias. Vê-lo no papel de destaque em filme de suspense parecia uma coisa que não combinava. Apesar dele já ter feito alguns dramas com um certo sucesso, como o Show de Trumann e Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças, não acreditava que ele teria a seriedade necessária para um suspense deste tipo. Grande engano, depois de um filme como este eu acredito que Jim é um ator muito versátil, podendo se sair bem em qualquer tipo de filme.

A história é o seguinte: Walter Sparrow ( Jim Carrey ) é um funcionário do controle de animais da cidade. No dia de seu aniversário, por diversos fatos, ele acaba atrasando-se para um encontro com sua mulher. Por causa deste atraso ela acaba entrando em uma livraria e acaba encontrando um livro chamado “ The Number 23”. Após uma rápida olhada ela gosta do livro e acaba comprando de presente para Walter pelo seu aniversário.

Quando Walter, um pouco mais tarde, começa a ler o livro, nota uma incrível semelhança de seu personagem, Fingerlinger, com ele próprio. Este personagem é um detetive que se envolve no caso de uma loira suicida que tinha uma verdadeira obsessão pelo número 23. Ela acreditava que tudo na sua sua vida chegava a este número. Datas, nomes, tudo, tudo, tudo.

Após o suicídio da loira, Fingerlinger começa a investigar o caso e, pouco a pouco, também começa a criar uma paranóia em torno do 23, e consequentemente, Walter também começa a char coincidências do nome com a sua própria vida, levando cada vez mais a um estado de esquizofrenia.

Não posso falar mais nada aqui, pois a história se desenvolve de tal maneira, que o final para mim foi um dos mais surpreendentes dos últimos tempos. Um filme que, apesar de várias opiniões negativas, achei muito legal. Mas claro, como eu comentava com meu amigo Jéferson, gosto é uma coisa muito pessoal, só assistindo mesmo pra decidir, pois ele é um dos exemplos que não gostou do filme.

Só pra concluir, eu tive o impressão de ver na atmosfera do filme uma certa semelhança com Silent Hill. Assistam e comentem.

Anúncios

3 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Olá,
    bem a história parece ser interessante… confesso que não vi nenhum dos filmes em que o Jim Carrier é mais sério!
    Obg pela dica!
    Beijos

  2. cara… fui ao cinema esperando um filmão… e tu assistiu com toda crítica contra o filme… isso ajuda eu acho…gosto é gosto mesmo…um abração aos amigos do blog…fiquei sem comentar pq aqui na empresa ficou trancado qualquer tipo de blog, flog, ou algo parecido por duas semanas…e em casa é um parto pra abrir na net discada….até mais

  3. Eu AMO Jim Carrey!

    Acho ele muito bom e muito mal aproveitado.

    Si


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: