FRIDAY NIGHT LIGHTS [2X08] – Seeing Other People

dezembro 6, 2007 às 1:23 pm | Publicado em FRIDAY NIGHT LIGHTS | Deixe um comentário
Davi Cruz – Nota 8,0
Depois de duas longas semanas, FNL está de volta, num episódio mediano.
Começamos com o time dos PANTHERS levando uma verdadeira “surra”, ao perder uma partida por 37 x 0. Nitidamente a equipe está desunida e o treinador Eric, com problemas conjugais, não está conseguindo organizar as coisas. Tim Riggins está fazendo falta ao time, assim como Smash, que não está jogando tudo o que sabe – só pensa em sua provável transferência para um time universitário.
Esse é o clima inicial do episódio, que me chamou a atenção por tocar muito pouco no assunto “futebol”, que cada vez mais está se tornando apenas um pano de fundo para os demais acontecimentos. Sinceramente, prefiro que eles corrijam isso, pois acredito que o futebol tenha que estar sempre no meio das situações.
Eric Taylor e Tamy ainda não conseguiram se acertar. Ela acostumou-se demais a viver sem a presença do marido, o que o deixa bastante inseguro e triste. Ela, por sua vez, não tem colaborado em nada para melhorar a situação, além de, claramente, ter perdido muito da sua força ao se afastar do marido. Isso fica evidente nas suas ações equivocadas – para não dizer desequilibradas – como ao procurar o professor Noah e falar barbaridades para ele. Não tiro 100% da razão dela, como mãe, estar preocupada com a filha “que se apaixona a cada 15 minutos”, mas Tamy constumava lidar com as adversidades de forma bem mais controlada e inteligente.
Ainda bem que o professor “topete” (que cabelinho) não deu muita bola para ela, sendo inclusive bastante irônico e evitando discussões. Já Julie, ao saber do fato, fica furiosa com a mãe, protagonizando um discussão bastante séria com ela.
Quem tenta abrir os olhos de Tamy justamente é a sua irmã. Inicialmente, ela não aceita muito os conselhos (já que se considera infalível), mas acaba cedendo. Vamos ver quais serão suas ações para reaproximar-se da filha e, também, para tentar melhorar seu casamento.
Smash, por sua vez, acaba tendo uma lição (achei muito bem feito e adorei a cara de Matt ao resgatá-lo). Smash havia ido visitar uma faculdade, onde os jogadores de futebol vivem de farra. Antes, fica humilhando Matt, inclusive o colocando no telefone para ouvir as vozes das meninas presentes nas festas. Smash, porém, acaba se envolvendo com uma garota, cujo namorado é um enorme jogador do time – que pega os dois juntos e só não acaba com Smash ali mesmo, porque ele foge, apenas de cuecas. E adivinhem para quem que ele acaba telefonando e pedindo ajuda? Ele mesmo, Matt Saracen.
Falando nele, gostei da solução encontrada pelos roteiristas para ele e seu envolvimento com Carlotta: ao perceber que estava gostando a enfermeira, ele termina o namoro com sua “cheeleader” e corre para casa. Lá, conta que havia terminado e se declara para a moça – que não resiste e “ataca” Matt. Pelo visto, desta vez a virgindade dele vai para o espaço…
Enquanto isso, Tim Riggins, mantendo a tradição de só se envolver em problemas, descobre que seu novo amigo (o gordo que anda de cuecas pela casa) é na verdade um fabricante de drogas caseiras e traficante. Tim resolve fugir e tentar toltar para o time, pois percebe que só lá que ele é feliz.
Mesmo não sendo muito bem recebido por Eric, Riggins acaba usando uma boa tática e, comprovando que aprendeu a falar nesta temporada, pede desculpas para o time todo e é aceito de volta.
A novela-sem-graça envolvendo Tyra e Landry parece que está chegando aos seus capítulos finais – de forma boba, é preciso dizer. Tyra é convidada a encontrar-se com o irmão do estuprador, que gostaria de desculpar-se com as vítimas. Ela não tem coragem de ir e Landry acaba indo no seu lugar. No encontro, ele acaba ficando ainda mais grilado, ao descobrir que o estuprador também era uma pessoa boa com sua família – enfim, não era apenas um monstro, mas uma pessoa com defeitos e qualidades.
Acaba tendo um conversa com Lyla, que sugere que ele “abra seu coração” e “conte a verdade”. É claro que ela não fazia idéia de qual era o problema de Landry, mas ele se encoraja com aquela história e acaba procurando a polícia, para confessar o crime.
Espero que não tenhamos que acompanhar um longo julgamento dele e de Tyra e, muito menos, que seu pai seja prejudicado por ocultar evidências.
Jason Steet novamente não dá as caras no episódio. Não tenho a menor idéia do que os realizadores estão planejando para ele, que atualmente ficou sem função na história.
Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: