O SOBREVIVENTE (Rescue Dawn)

janeiro 14, 2008 às 2:43 pm | Publicado em Filmes | 1 Comentário


Davi Cruz – Nota 9,0

O SOBREVIVENTE é um ótimo filme. Ponto final. Porém, já posso imaginar que muitas das pessoas que vão ao cinema em busca de um filme de ação ao estilo RAMBO ou PEARL HARBOR (pelas cenas de batalha aérea sugeridas) irão acabar se decepcionando. O filme não conta com muitas cenas de ação, tem o ritmo bastante lento e o herói aqui é um personagem frágil (e por isso mesmo, muito real).

O filme, do diretor alemão Werner Herzog, conta a história do piloto Dieter Dangler (Christian Bale), que em sua primeira missão durante a guerra do Vietnã, acaba sendo abatido e captura pelos inimigos – sendo mantido em um precário campo de prisioneiros, onde até mesmo os despreparados guardas passam fome. Ele então precisa dar um jeito de convencer os outros prisioneiros, já bastante abatidos e sem esperança, a escapar do local, antes de serem mortos pelos guardas ou pela fome.

Um dos grandes diferenciais do filme é ele praticamente não se prenda aos motivos da guerra e nem procure mostrar quem está certo ou quem está errado. Todos ali são vítimas – inclusive os guardas vietcongues, que estão separados das suas famílias, com parcos recursos e acabam descontando sua raiva nos prisioneiros.

O próprio Dieter, herói da história, pouco sabe sobre a guerra, estando ali unicamente pelo prazer de voar – seu sonho de infância. Sua única virtude é não se deixar abater, mesmo diante de uma situação cada vez mais apreensiva. É ele quem motiva os outros prisioneiros a não desistirem de lutar e é ele quem bola um plano de fuga.

Outro ponto interessante é o fato do campo de prisioneiros ser o menor dos obstáculos a ser superado. Além de escapar do local e dos guardas, Dieter e seus companheiros precisar estar preparados para sobreviver na floresta – que, como diz um dos personagens, é “a verdadeira prisão” para eles.

O elenco do filme impressiona, tanto pelas atuações como pela assustadora decadência física. Ao final do filme, estão todos magérrimos e com a aparência exausta.

Impressionantes também são as locações utilizadas nas filmagens (impressionantes e assustadoras). Fico imaginando o colossal trabalho que deve ter sido a logística dessa produção, com o deslocamento da equipe para um local tão inóspito.

Para completar, apenas uma ressalva à produção: achei as seqüências finais (não vou contar) um tanto quanto bobinhas e hollywoodianas demais. Porém, o restante do filme compensa – e muito – esse pequeno deslize.

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Eai cara, quantu tempO. eai como foram as festas? Eu dei umas passadas por aqui, mais vc não tinha atualizadO ainda;

    HAUSHDUSH. Gostei dos post novos.
    Parabens ae. está retornando com tdo mesmO;

    Até mais;.

    Séries é aqui;


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: