EU SOU A LENDA (I Am Legend)

janeiro 21, 2008 às 9:16 am | Publicado em Filmes | 7 Comentários



Davi Cruz – Nota 9,5

Em seu novo projeto, Will Smith interpreta um cientista do exéricito americano, chamado Robert Neville, que tenta salvar a espécie humana da extinção, após um incidente causado pelo vírus Krippin, que acabou dizimando quase toda a população mundial. Os sobreviventes dividiram-se em dois grupos: o primeiro, composto por pessoas infectadas, tornou-se um exército de criaturas famintas (devido aos efeitos do vírus, transformaram-se em mutantes, meio vampiros, meio zumbis) e o segundo grupo, dos imunes ao vírus (algo em torno de 1% da população mundial), passou a ser devorado pelo mostros do primeiro grupo.Passados três anos do incidente, Neville é, aparentemente, o único dos sobreviventes imunes ao vírus. Ele conseguiu manter-se vivo graças à sua experiência militar aliada a uma série de precauções, como a pontualidade em voltar para casa antes do anoitecer (hora em que os monstros saem para caçar) e o cuidado com que ele apaga seus vestígios (principalmente seus cheiro), jogando desinfetante nas redondezas de sua casa.

Basicamente essa é a história do filme que, descrita assim, pode até parecer meio absurda. Porém um dos méritos do filme é justamente mostrar essa história de uma forma bastante convincente e rica em detalhes. As ações do protagonista são todas bastante sensatas e, rapidamente, conseguimos nos identificar com ele e, principalmente, passamos a nos preocupar com o seu destino.

Assim acompanhamos o cotidiano de Neville, que além de se preocupar com as criaturas, ainda precisa combater outro inimigo: a solidão. Para evitar que ela (juntamente com o medo) acabem o enlouquecendo, Neville se agarra com todas as formças às tarefas rotineiras, que lhe dêem uma falsa sensação de “vida normal”. Diariamente ele prepara suas refeições (sempre nos horários certos), vai até a locadora, onde escolhe filmes para assistir e conversa com alguns manequins, assiste ao jornal na televisão (programas gravados). Além disso, realiza pesquisas em busca de uma vacina para o vírus e procura por outros sobreviventes, transmitindo uma mensagem de rádio, ao estilo Danielle Rousseau de LOST.

Sua única compania viva é a cadela Samantha (os animais são parcialmente imunes ao vírus) e é tocante a forma como os dois se relacionam. Ele chega a arriscar a própria vida, ao perceber que Sam está em perigo. Aliás, o cachorro que interpretou Samantha, bem como seu treinador, deveriam ganhar um prêmio especial. Sam é extremanete expressiva e, além disso, suas ações parecem sempre naturais – algo dificil de ocorrer, já que, na grande maiorias das vezes, as ações dos animais são visivelmente “treinadas”.

Will Smith está brilhante no papel, lembrando a sua performance em A PROCURA DA FELICIDADE. Me agradou muito a forma com ele demonstra o verdadeiro pânico que sente, ao se aproximar das criaturas. Ao contrário de outros blockbusters, onde o “mocinho” enfrenta os “vilões” com naturalidadee (parecendo estar jogando um videograme), aqui Neville fica quase paralisado pelo medo, suando e tremendo.

Já o visual do filme é simplesmente expetacular. É mostrada uma cidade inteira, abandonada, com carros destruidos por todos os cantos e com vegetação começando a cobrir as ruas. A cena que mostra Neville jogando golfe em cima de um porta-aviões é uma das mais expetaculares que já vi. Primeiro, pelo navio em si, na sua grandiosidade e repleto de aviões. Segundo porque, para completar, ele está ancorado ao lado de uma avenida, com centenas de carros abandonados. Simplesmente não consegui identificar o que era real e o que era digital ali naquela cena.

Falando em digital, minha única decepção no filme foram os zumbis, totalmente criados a partir de animação digital. Comparados com os outros efeitos do filme, eles parecem artificiais demais. Tenho certeza de que atores de carne e osso, devidamente maquiados (como, por exemplo, os Uruk-Hais de SENHOR DOS ANEIS), seriam muito mais assustadores e convincentes.

Enfim, este é um pequeno defeito, dentro de uma obra são bem realizada e inteligente – e que vale a pena assistir mais de uma vez.

Anúncios

7 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Davi, te indiquei no MEME do meu blog, passe lá para conferir, e faça suas indicações.

  2. Eai cara. nossa esse filme e to curioso desde o anuncio a um tempO a tráz! Sabado agora eu fui pra cidade vizinha que é onde tem o cinema… Aki na minha cidade de tão pekena tenho certezaq que nao vai ter pelo proximos 50 anos! rs! Mais então vc acredita que eu ñ vi o filmE; tipo começou a chover dmais lah na cidade e eu tive que vir embora em um onibus mais cedO; mais ainda vejO pode ter certeza;

    Flw; LEgal o Texto;
    Ahhh. os textos anterioes tb estão otimos!

  3. Oi Davi,

    Tudo bom?
    Não sabia que o Maurício tinha te indicado no Meme e indiquei tbm.

    Agora vai ser obrigado a escreve, risos.

    Beijos

    Si

  4. Viu tá podendo, duas indicações (O MEME está se espalhando!!) – É, agora você é obrigado a escrever.

    E, como você pode ver o WordPress é infinitamente melhor que o Blogger

  5. Ei, ei!

    Cadêo RSS?

    Beijos

  6. Grande Davi,

    com certeza terei que indica-lo ao oscar pela nova cara do blog e também pela escolha do wordpress. Parabéns! Bem quanto ao filme… ainda não vi e sabe que adoro comentar e discutir horas a fio sobre o assunto, principalmente acompanhado de uma boa bohemia. Assim que assistir posto aqui no site.

  7. Pois é pessoal……
    Livre de compromissos com o futuro financeiro ,,,,,, Sr. Will , deixou mais uma vez uma mostra de seu talento , aliado com um tema forte , dando sustentação ao roteiro moderno .
    Até fez lembrar aquele herói ,….salvador da humanidade …… aquele mesmo que nos deixa com sentimento de dor e perda, quando morre no final da jornada.
    Mas é isso ……


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: