VENTOS DA LIBERDADE

fevereiro 6, 2008 às 11:48 am | Publicado em Filmes | 1 Comentário
Tags:

Davi Cruz – Nota 7,5

Palma de Ouro em Cannes (2006), este filme talvez tenha desapontado quem o assistiu em busca de grandes cenas épicas e de personagens heróicos típicos de Hollywood. Eu mesmo fui enganado pela bela capa do DVD, que remete ao tipo de filme citado acima.

vm_sy400_sx600_.jpg

Porém, apesar de enganado, acabei gostando muito da experiência. É um belo filme, bastante triste, que conta a história de dois irmãos, Teddy e Damian (vivido pelo ator Cilian Murphy, sempre com sua cara de psicopata – vide BATMAN BEGINS, onde ele fazia o papel do Dr. Crane/Espantalho), irlandeses, que na década de 20 não aceitam a presença dos ingleses no seu país.

Não entrarei em detalhes históricos, até porque este filme já não é lançamento – e também porque não pretendo reproduzir aqui nenhum texto extraído do Google. Enfim, o irmão mais novo, Damian abre mão de um promissora carreira médica em Londres para unir-se ao irmão, fazendo parte de um movimento de resistência contra os ingleses – que viria a originar o grupo terrorista IRA.

vm_sy400_sx601.jpg

Me agradou, principalmente, a forma como são mostrados os grandes acontecimentos do filme. Praticamente não há trilha sonora e nem movimentos vertiginosos de câmara, acompanhados de efeitos especiais grandiosos. Pelo contrário, numa cena onde precisa Damian matar um amigo de infância, acusado de ser traidor do movimento, o que presenciamos são tiros secos e o rapaz caindo no chão, com praticamente nenhum sangue – o que acaba dando uma impressão enorme de realismo.

Em outra seqüência, após o grupo atacar e matar vários soldados ingleses, presenciamos os resultados daquele ato bárbaro: um dos amigos de Damian morre, enquanto outros tremem e choram, pois não estavam preparados para aquele tipo de ação.

Seguindo a história, em um certo momento, a Inglaterra propõe um acordo com a Irlanda – que é aceito por alguns e desprezado por outros. Essa diferença de opinião acaba separando os dois irmãos, que resulta mais tarde num trágico final – que não revelarei.

Enfim, um bom filme, que mostra as origens de problemas que duram até hoje na Irlanda. Não posso julgar se é um filme muito fiel aos fatos históricos, mas posso garantir que ele passa essa impressão. Além disso, o filme não expõe (pelo menos não de uma forma escancarada) uma posição sobre o que presenciamos. E isso é interessante, pois nos obriga a pensar: qual dos dois está certo? Ou, melhor ainda: existe o certo e o errado numa situação como aquela?

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Oii,
    deixa eu advinhar o final trágico.. eles se matam? auihsaiu
    Parece ser um bom filme. E eu adoro seus comentários. hihi
    beijos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: