AS CRÔNICAS DE NÁRNIA: PRINCIPE CASPIAN (2008)

junho 4, 2008 às 12:15 pm | Publicado em Filmes | 4 Comentários

Davi Cruz – Nota 6,5

Apesar de ser uma produção muitíssimo caprichada, esse segundo capítulo da franquia AS CRÔNICAS DE NÁRNIA: PRINCIPE CASPIAN não conseguiu me agradou como o primeiro filme.

Uma das maiores reclamações em relação à aquele filme era a falta de tensão nas cenas de batalha. Realmente, a sensação que se tinha é que tudo não passava de uma grande brincadeira, onde os personagens não corriam risco algum. Além disso, nunca é demais lembrar que, na ocasião do lançamento daquele filme, todos estavam com as fantásticas cenas de batalhas da trilogia SENHOR DOS ANÉIS ainda frescas na memória. 

Na época, isso não me encomodou tanto. já que o primeiro NARNIA era declaradamente voltado para o público infantil. Por isso, achei justificado o fato de que praticamente não existia violência. Já aqui, tentaram modificar esse quadro porém, com medo de afetar a classificação etária da produção (o que refletiria negativamente no retorno financeiro) e acabaram tendo um resultado patético: temos flechadas e golpes de espada a todo instante, porém sem que nenhuma gota de sangue seja derramada.  Além disso, após três filmes de SENHOR DOS ANEIS, mais o primeiro NARNIA, acho que pouca gente tem paciência para aturar tantas cenas de batalha. Tive a impressão de 70% do tempo do filme foi preenchido por esse tipo de cena, restando pouca coisa para, por exemplo, o desenvolvimento dos personagens.

Falando nisso, é praticamente impossível deixar citar a monumental falta de carisma dos protagonistas da história: todos, com exceção da pequena Lucy, são uns chatos de galocha. Pedro continua sendo um jovem arrogante e cabeça dura, Susan parece uma velha rabugenta em um corpo de adolescente e Edmundo, não poderia ter um nome melhor, já que se trata de uma versão reduzida do jogador Edmundo, igualmente pavio curto e inconseqüente.  Acrescidos a estes, ainda temos o tal Príncipe Caspian, que difere de Pedro apenas pelo corte de cabelo (que, aliás, parece ser a maior das suas preocupações). Por sorte, o vilão Miraz surge como um personagem bastante interessante e sem os excessos costumeiros de vilões de fantasias – tanto que, inicialmente, até fiquei em dúvida se ele era realmente um vilão (o que, neste caso, acaba sendo um bom sinal).

Outra coisa que não me agradou é que as figuras mais interessantes do filme anterior, simplesmente não aparecem. Isso porque, enquanto no mundo “normal” apenas um ano se passou, em Narnia passaram-se mais de mil anos – e todos os amigos dos protagonistas estão mortos. O único remanescente é Aslan, que só vem a aparecer quase no final do filme – algo justificado apenas pela necessidade de se criar algum tipo de expectativa em torno desse personagem, uma vez que não haveria outra justificativa para que o rei das selvas deixasse quase todos serem mortos para só depois aparecer. Enfim, essa só é apenas mais uma das falhas do roteiro, que ainda inclui uma cena simplesmente descartável da Feiticeira Branca, já que não influencia em nada o restante da história – a impressão que tive é que alguma cláusula do contrato da atriz Tilda Swinton obrigou os produtores a incluirem uma aparição dela.

Como ponto positivo, infelizmente, tenho apenas a destacar as questões técnicas do filme. Os cenários são belíssimos e as criaturas digitais realmente conseguem convencer, tanto pela movimentação e composição perfeitos, quanto pelas vozes bacanas utilizadas (acompanhei a versão legendada).

Porém isso é pouco para uma produção que poderia ser bem mais inteligente, já que não custou pouco. Para piorar, acabo de verificar que o filme é um sucesso absoluto de bilheteria, desbancando inclusive o novo INDIANA JONES. Como tenho certeza que esse resultado é fortemente influenciado pela “temática cristã” da história, já temo pela enxurrada que teremos de produções voltadas para esse público, onde basta falar de fé para agradar – mesmo que seja numa produção boba como essa.

4 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Olá, também assisti o filme As Crônicas de Nárnia: Princípe Caspian que é baseado no livro com o mesmo nome do filme, do autor C.S. Lewis.
    Já tinha lido o livro então estava com uma espectativa bem grande sobre o filme, sinceramente esperava mais, mas o filme é bem fiel ao livro, até na questão de diálogos; mas infelizmente a questão do desenvolvimento dos personagens no filme é um ponto muito ruim, no livro isso é bem melhor trabalhado.
    E sobre a feitiçeira, no livro acontece da mesma maneira, é só uma pequena aparição mesmo.

  2. mASSA

  3. ADORAMOS OS DOIS FILMES E ESPERAMOS QUE OSOUTROS SEJAM AINDA MELHOR!!!

    O PEDRO: GATÃO MAGNÍFICO, LINDO MARAVILHOSO, PERFEITO, GOSTOSÃO, SARADO,TUDO DE BOM…. É O NOSSO PERSONAGEM PREFERIDO, POIS VAMO COMBINÁ NÉ GENTE, ELE É MAIS DO QUE BOM ….

  4. gostei muito do filme ,mas o ruin foi o dezenvolvimento dos personagens ,fora isso o ffilme foi muito legal espero que o proximo seja melhor.bjs ,até que a produção cprichou nos personagens.william vc é muito gatoooooooooooooooooooooooooooooooooooooo lindoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo magníficooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo gostosooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo te amoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: