DIÁRIO DOS MORTOS (Diary Of The Dead/2007)

julho 21, 2008 às 9:17 pm | Publicado em Filmes | Deixe um comentário

Davi Cruz – Nota 6,0

Realizado nos mesmos moldes dos ótimos REC e CLOVERFIELD, esse novo projeto do mestre-zumbi George Romero mostra um grupo de estudantes de cinema que, durante a realização de um filme para a faculdade, são interrompidos pela notícia de que “os mortos estão se levantando”.

A partir daí, o garoto que operava a câmera não desliga mais o equipamento e passamos a acompanhar o desenrolar da trama por este ponto de vista.

Sem saber o que fazer ou para onde ir, os jovens entram no trailer de uma colega e caem na estrada. No caminho, encontram zumbis na estrada, entram em um hospital abandonado, passam pela fazendo de um religioso mudo, encontram um soldados assaltantes e um grupo de fugitivos armados e chegam a mansão de um colega deles.

Essa é, de forma resumida, a trama de DIARIO DOS MORTOS, filme bacana que custou apenas R$ 2 milhões de dólares.

Aqui, sem grandes pretensões comerciais, Romero pode fazer tudo da sua maneira e aproveita para criticar a nossa sociedade atual (o principal alvo), a mídia e até os filmes de zumbis concorrentes! Isso mesmo, ele dá uma alfinetada naqueles que colocam zumbis correndo em seus filmes, ao inserir um diálogo onde um personagem diz que se a criatura corresse daquele jeito, iria quebrar o tornozelo…

Gostei da narração em off presente no filme, bem como o constante uso de elementos tecnológicos. Sei que vai chegar um momento em que isso vai saturar, mas, pelo menos para mim, isso ainda não aconteceu.

O filme peca, porém, por ter poucas seqüências realmente assustadoras. Temos algumas mortes de zumbis mais criativas (eles são atingidos por ácido, exclusivos, flechas e, acreditem, até uma espada medieval) e as seqüências no hospital, que apavoram um pouco. Porém, quando mais o filme avança, mais começa a ser parecer com uma paródia. A cena em que a loirinha de vestido é perseguida por um zumbi no meio da floresta é ridícula…

Talvez achei que em CLOVERFIELD a presença constante da câmera ligada é bem menos “forçado” que aqui – onde chegam ao absurdo de manter duas câmeras ligadas ao mesmo tempo…

DIARIO DOS MORTOS, por isso mesmo, acaba sendo um filme indicado apenas para fãs do gênero.  Assusta pouco, mas pode ser uma boa diversão para ser visto com os amigos.

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: