NEM POR CIMA DO MEU CADÁVER (Over Her Dead Body/2008)

setembro 4, 2008 às 11:28 pm | Publicado em Filmes | 3 Comentários
Tags: ,

Durante a organização da festa do seu casamento, Kate (Eva Langoria de DESPERATE HOUSEWIVES, não tão bela quanto de costume) sofre um inusitado acidente: ela é atingida por um enorme anjo de gelo, que fazia parte da decoração, e morre. Ao chegar no purgatório, ainda sem entender o que havia acontecido, ela briga com o anjo responsável e ele desaparece sem explicar qual seria a missão de Kate antes de ir para o céu – segundo o filme, todas as almas precisam cumprir uma missão.

Enquanto isso, seu ex-noivo Henry (Paul Rudd de LIGEIRAMENTE GRÁVIDOS), agora um viúvo amargurado, é levado pela irmã para uma consulta com a médium  Ashley (Lake Bell, da série SURFACE) para tentar algum tipo de contato com a finada noiva – o que, obviamente, não dá certo.

Porém a tal médium (que trabalha como confeitaria nas horas vagas)  é uma jovem linda e cativante, o que  acaba chamando a atenção de Henry. Sob o pretexto de novas tentativas, Henry e Ashley começam a sair junto e, quando percebem, já estão apaixonados.

Tudo isso é acompanhado de perto pela alma de Kate que, tomada de ciúmes e sem descobrir sua missão na Terra, faz de tudo para atrapalhar o novo relacionamento do ex-noivo.

O filme, que transcorre em ritmo agradável, conta ainda com Jason Biggs no papel de Dan, o ajudante gay de Ashley. Com seus trejeitos típicos e totalmente atrapalhado, ele repete praticamente o mesmo personagem de AMERICAN PIE. Como fã dos primeiros três filmes da série (depois a coisa desandou), não me importei com isso – pelo contrário, achei bacana ver Biggs em ação novamente.

O diretor do filme é o estreante Jeff Lowell, que tem apenas experiência como roteirista, mas não compromete. Apenas achei a produção muito com “cara” de filme televisivo, com enquadramentos muito burocráticos.

Não temos grandes piadas, mas o filme é simpático e cumpre seu papel, mesmo sendo previsível. Achei que o espírito de Kate poderia ter feito algumas maldades mais elaboradas, mas ainda assim, gostei do filme. Até porque, neste gênero (comédia romântica), não existe como inovar muito. Basta ter senso, uma história curiosa e bons personagens. E isso, com certeza, esta produção tem. Recomendo.

3 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Nossa, nem sabia que a Eva Longoria estava neste filme até ler aqui. Vou amanhã procurar esse filme.

  2. Mauríco, eu só percebi que era ela nas últimas cenas do filme… rsss
    Valeu pela visita!

  3. Pelo jeito, ela já ta com o visual da nova temporada de Desperate!!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: