THE SARAH CONNOR CHRONICLES [2X04] – Allison from Palmdale

outubro 2, 2008 às 8:33 pm | Publicado em THE SARAH CONNOR CHRONICLES | 2 Comentários

Finalmente um episódio que me agradou do início ao fim. Acredito até que muita gente não deva ter gostado dele, mas eu, que reclamava das falhas e da falta de profundidade do roteiro, senti que os realizados desta vez se esforçaram.

O episódio mostra três histórias ocorrendo paralelamente, sendo que na primeira delas, a estranha Catherine continua assediando o Agente Allison para que ele trabalhe com ela. Inicialmente desconfiado, ele acaba cedendo, após alguns encontros com ela e uma pesquisa sobre os antecedentes da moça. Por enquanto, esta parte está um pouco confusa, tanto pelas histórias contadas por Catherine quanto pelo fato dela, mesmo sendo um Terminator, ter uma filha (chamada Savanah). Porém, trata-se de uma confusão legal, que aguça nossa curiosidade.

Já a outra história, mostra Sarah acompanhando sua visinha Kacy até o hospital, já que a mesma se encontra em fase final de gravidez. Lá as duas acabam passando um bom tempo juntas e conversando sobre filhos e sobre a vida, entre outras coisas. Essa conversa acaba trazendo a tona o esquecido lado humano de Sarah. No final das contas, achei bem interessante essa sequencia, pois humanizou a personagem, que as vezes tornava-se um pouco chata por ser durona demais.

E a terceira história, que vem a ser a principal, mostra Cameron entrando em parafuso novamente. Ela acaba presa e arruma uma amiga na cadeia, chamada Jody (Leah Pipes). Depois que ambas são soltas, acabam se metendo em algumas confusões, enquanto Cameron vai tendo alguns “flashes” que relembram sua história (ou não…). Achei interessante a forma com que o diretor mistura os acontecimentos atuais à lembranças de Cameron  no futuro, onde ela se chama Alison e aparenta ser humana.

ATENÇÃO – SPOILERS IMPORTANTES A FRENTE!!!

No final das contas, descobrimos que Cameron é um clone da tal Alison. Pelo que entendi, Alison era a namorada de John no futuro ou, pelo menos, era uma pessoa muito importante para ele. Era ela (Alison) quem deveria ter voltado no tempo para ajudar John e Sarah (e não Cameron). Porém, Cameron acaba matando Alison e se assumindo sua identidade no grupo de John.

Porém, ainda estou com algumas dúvidas (criadas propositalmente pelo roteiro):

Acredito que, no futuro, John tenha descoberto a fraude de Cameron e a reprogramado para ajudá-lo, assumindo realmente o lugar que para ser de Alison. Só isso justificaria que Cameron não tenha se apresentado, agora no presente, utilisando o nome de Alison e que não tenha matado John.

O problema é que o chip de Cameron parece ser do Paraguai ou então, contar com alguma versão do Windows instalada  – tamanha a quantidade de problemas que dá.

Resta torcer para que a série, ao contrário de Cameron, sigua sem problemas e mantendo o bom nível desse episódio.

2 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Nossa incrivel como viajo nos teus textos, Davi. Sempre fico afim de ver sobre tudo o que posta aqui! Desculpa a demora… Estava mesmo com saudade daqui! Adoro ler cada blog, ver as novidades e aumentar meus conhecimentos… Pena que não consigo passar aqui todos os dias!
    Ps: Muito obrigada pela mensagem simpática que escreveu no dia do meu aniversário!
    Um super beijo

  2. […] nem Derek nem Alison dão as caras. John aparece, mas sem acrescentar nada a trama que, assim como ALISSON FROM PALMDALE, é totalmente centrada em […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: