[MÚSICAS ANTIGAS] – Até Quando

outubro 20, 2008 às 11:39 am | Publicado em RELEMBRANDO | 2 Comentários

Por Davi Cruz

Vez que outra, gosto vasculhar o YOUTUBE em busca de vídeos antigos, principalmente clipes que assistia nos tempos em que era adolescente e a MTV ainda valia a pena – a sensação eram os clipes de SMELLS LIKE TEEN SPIRIT (de uma bandinha iniciante chamada NIRVANA) e ENTER SANDMAN, do famoso “disco preto” do METALLICA …

Na época, eu já tinha uma certa afinidade com o violão e acabava de comprar meu primeiro (e único) contrabaixo – posteriormente substituído por uma guitarra… A grana era curta e a única opção que tinha para “tirar um som” era ligar os instrumentos em um velho “três-em-um” SHARP que meu pai possuía. Mas nada disso importantava muito, já que a quantidade de boas músicas disponíveis compensava qualquer dificuldade.

Nessas viagens pelo YOUTUBE, encontro muita música boa – principalmente quando comparada ao que temos atualmente, se é que se pode chamar BEBER,CAIR,LEVANTAR  e DANÇA DO QUADRADO de música – que gostaria de compartilhar aqui no blog.

Começo chutando o balde e citando uma uma pérola musical, um pouco mais recente, de um artista nacional pouco valorizado: GABRIEL O PENSADOR. Calma pessoal!! Antes de dizerem que eu estou maluco e desistirem de ler o restante do texto, quero dizer que tenho plena consciência de que o cara fez muita merda na vida. Entre outras coisas, criou músicas com apologia às drogas, na fase da hemp culture que tanto me irrita (como já citei neste post ) e depois  acabou seguindo o caminho fácil da banalização – participando, inclusive, do último XUXA SÓ PARA BAIXINHOS, vejam só vocês…

Porém, como estou escrendo sobre “músicas boas” e não sobre artistas, acho válido citar que a música em questão, chamada ATÉ QUANDO, é digna de elogios, com sua letra absurdamente atual (apesar de já ter uns 10 anos) e belos arranjos, que misturam bateria de escola de samba (que não curto, mas que ficou legal ali), guitarras poderosas (que me lembram o som das bandas grunges) e uma interessante levada de black music.

O clipe, exaustivamente exibido entre 2000 e 2001 é, para mim, um dos melhores já produzido no Brasil, com uma bela fotografia desaturada  (quase em preto e branco) misturada animações grotescas e coloridas, sobrepostas as imagens do rapper sentado em um sofá.

Abaixo, estou postando o clipe e a letra da música, que merecem ser revistos e analisados. Espero que curtam e comentem este post!

Não adianta olhar pro céu com muita fé e pouca luta
Levanta aí que você tem muito protesto pra fazer e muita greve
Você pode e você deve, pode crer
Não adianta olhar pro chão, virar a cara pra não ver
Se liga aí que te botaram numa cruz e só porque Jesus sofreu
Num quer dizer que você tenha que sofrer

Até quando você vai ficar usando rédea
Rindo da própria tragédia?
Até quando você vai ficar usando rédea
Pobre, rico ou classe média?
Até quando você vai levar cascudo, mudo?
Muda, muda essa postura
Até quando você vai ficando mudo?
Muda que o medo é um modo de fazer censura

Até quando você vai levando porrada, porrada?
Até quando vai ficar sem fazer nada?
Até quando você vai levando porrada, porrada?
Até quando vai ser saco de pancada?

Você tenta ser feliz, não vê que é deprimente
Seu filho sem escola, seu velho tá sem dente
Você tenta ser contente, não vê que é revoltante
Você tá sem emprego e sua filha tá gestante
Você se faz de surdo, não vê que é absurdo
Você que é inocente foi preso em flagrante
É tudo flagrante
É tudo flagrante


A polícia matou o estudante
Falou que era bandido, chamou de traficante
A justiça prendeu o pé-rapado
Soltou o deputado e absolveu os PM's de Vigário

A polícia só existe pra manter você na lei
Lei do silêncio, lei do mais fraco:
Ou aceita ser um saco de pancada ou vai pro saco...

A programação existe pra manter você na frente
Na frente da TV, que é pra te entreter
Que pra você não ver que programado é você

Acordo num tenho trabalho, procuro trabalho, quero trabalhar
O cara me pede diploma, num tenho diploma, num pude estudar
E querem que eu seja educado, que eu ande arrumado que eu saiba falar
Aquilo que o mundo me pede não é o que o mundo me dá

Consigo emprego, começo o emprego, me mato de tanto ralar
Acordo bem cedo, não tenho sossego nem tempo pra raciocinar
Não peço arrego mas na hora que chego só fico no mesmo lugar
Brinquedo que o filho me pede num tenho dinheiro pra dar

Escola, esmola
Favela, cadeia
Sem terra, enterra
Sem renda, se renda. Não, não

Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente
A gente muda o mundo na mudança da mente
E quando a mente muda a gente anda pra frente
E quando a gente manda ninguém manda na gente

Na mudança de atitude não há mal que não se mude nem doença sem cura
Na mudança de postura a gente fica mais seguro
Na mudança do presente a gente molda o futuro

2 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Letra realmente super atual.
    Youtube é mesmo uma viagem maravilhosa. Quando navego, fico horas e horas. Agora assistir coisas antigas. Programas, novelas… Abraço

  2. muito fixe


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: