A HORA DO ESPANTO (Fright Night/1985)

outubro 30, 2008 às 11:36 am | Publicado em Filmes | 11 Comentários

a_hora_do_espanto

É sempre muito difícil julgar algum assunto quando este envolve, de alguma maneira, o nosso emocional, principalmente no que diz respeito ao saudosismo. Como sei que os anos 80 são um exemplo que se encaixa perfeitamente nesse tema, vou me esforçar para ser um pouco imparcial, embora duvide muito que vá conseguir…

Entre 1981 e 1986 foram produzidos filmes fantásticos, sendo que considero o ano de 1985 como “o” ano que reuniu o maior número de boas produções. Basta uma rápida busca na internet, para encontrar filmes que marcaram a toda uma geração, como DE VOLTA PARA O FUTURO (uma obra-prima), OS GOONIES, O FEITIÇO DE ÁQUILA, A VOLTA DOS MORTOS-VIVOS, A HORA DO LOBISOMEM e A HORA DO ESPANTO.

A HORA DO ESPANTO, que vem a ser o tema deste texto, mostra sua importância desde o seu título nacional, que acabou popularizando a moda de se colocar “A HORA…” antes de todo e qualquer filme. Apesar da idéia ter sido utilizada primeiramente em 1984, em A HORA DO PESADELO, foi A HORA DO ESPANTO que realmente difundiu a moda, até porque o primeiro ficou mais conhecido para o grande público como, simplesmente, o “filme do Freddy Kregger”.

Na época em que assisti A HORA DO ESPANTO, existia apenas um videocassete na nossa cidade, justamente na casa do meu brother Marcio – casa essa que era ponto de encontro de toda a gurizada pois, além do videocassete, eles ainda contavam com um MSX, mistura de computador com videogame, muito famoso na época e praticamente um artefato alienígena para nós, tamanha era modernidade queele  representava.  Foi lá, na casa do Marcio, que assisti também ao primeiro INDIANA JONES.

Pois bem, o fato é que A HORA DO ESPANTO foi tão marcante para mim que, até hoje, lembro com detalhes do dia em que foi assistido. Anteriormente, os pais do Marcio, junto com os seus tios, haviam visto o filme no cinema e, segundo consta a lenda, sua tia até havia passado mal no cinema, pois o filme era ABSURDAMENTE ASSUSTADOR. Assim, quando a fita VHS chegou, reuniram-se em torno de 15 pessoas na sala, para ver o filme, rodeados de expectativa e muito, muito medo. O filme não decepcionou ninguém na época e, por isso mesmo, resolvi voltar a assistí-lo nessa semana.

A rua onde a ação de passa

É claro que, passados tantos anos, o filme perde um pouco do seu impacto, principalmente em função da ingenuidade do roteiro. Já em relação aos efeitos especiais, que eu tinha como certo que me decepcionariam, achei e, porque não, ainda chocantes. Poucas vezes vi maquiagens tão assustadoras (e criativas) quanto as apresentadas pelos personagens Dandrige (o vampirão), Evil Ed (o amigo maluquinho) e, principalmente, Amy (o que era aquela boca??!?!) – todas criação dE Richard Edlund, responsável, entre outras coisas, pelas criaturas de GHOSTBUSTERS.

Por outro lado, achei engraçado ver atores adultos interpretando ingênuos adolescentes. Na época Wiliiam Ragsdale, que interpreta o Charley tinha 25 anos, enquanto sua pura namoradinha, interpretada pela lésbica assumida Amanda Bearse já tinha 27!!! Já Evil Ed, interpretado por Stephen Geoffreys (que hoje é ator pornô gay, sob o pseudônimo de Sam Ritter) era o mais “novinho” da turma, tendo apenas 21 anos.

 

Os "adolescentes" do filme...

Os adolescentes do filme...

O destaque, para mim, acaba sendo o ator Roddy McDowall, famoso por interpretar o Cornelius de PLANETA DOS MACACOS, que está simplesmente perfeito, no papel do decadente ator Peter Vincent, que é procurado por Charley como sendo a sua última esperança. Adorei ver as cenas em que ele demonstra ser um grande covarde e também a “cara de pena” que ele faz, cada vez que mata um vampiro. Ele praticamente chora de pena dos monstros!!! Em um filme mais atual, ele provavelmente gritaria algo como “Diiiiieeee, fuckin’ blood sucker!!!” e sairia rindo da situação… Convenhamos que esse misto entre pavor e pena (afinal, por trás dos monstros temos seres humanos) é bem mais real.

Sem me estender muito, considero A HORA DO ESPANTO como um dos grandes filmes de terror que assisti, uma vez que, além de toda a aura “anos 80” que carrega, soube dosar muito bem o humor e o susto, além de contar com um diretor competente (Tom Holland, que faria depois o ótimo BRINQUEDO ASSASSINO – o primeiro é ótimo mesmo, depois é que esculhambaram a franquia), bons atores e efeitos especiais que, se não eram revolucionários para a época, eram extremamente eficientes.

Pretendo assistir, assim que possível A HORA DO ESPANTO 2, que também é muito bom e, depois disso, tenho planos de gravar um podcast sobre os filmes que tem “A HORA” no nome. Até mais! 

11 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Parabéns pelo 2º podcast.
    Só hj pude escutar.
    Tá ficando afinadinho.
    E obrigado pela lembrança.
    Abraço

  2. Ah! Mas é um clássico!!
    Eu vi no cinema e foi um grande barato. Era realmente assustador. Ótima lembrança.
    Preciso ter este título na minha coleção!
    Abs

  3. Ah!
    A Amy mais tarde fez a vizinha chata da sitcom Married with Children ou Um amor de família – impagável!!!!

  4. ADOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOORO!!
    Tenho até a trilha sonora dele.
    Tinha em vinil mas me roubaram ele.
    :(

  5. Assisti a esse filme quando era adolescente há anos. kkkkkkkkkkkkkk
    Vi tb “A hora do espanto 2”

  6. Meu, adorei este post! Altas lembranças…
    Vou esperar o podcast…
    Apareça quando puder!
    Tenha um excelente fds!
    Beijos

  7. eu nunca assisti o filme a hora do espanyo mas adoraria assistir por que eu sou muitu fa desse filme……….

  8. QUE SAUDADE.

  9. meu faz tempo que não vejo ninguem falar dos anos 80 com tanto entusiasmo como vc parabéns! e a hora do espanto é da hora !

  10. Happy birthday for Amanda Bearse.

  11. Davi, parabéns pelo texto! Muito legal! Inseri um link em comentário que saiu no http://www.troplof.com, site que gerencio com colegas. Espero que goste. Mas caso não autorize, retiraremos o link, claro. Grande abraço, Sílvio


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: