FNL [3×06] It Ain’t Easy Being J.D. McCoy

novembro 13, 2008 às 12:19 am | Publicado em FRIDAY NIGHT LIGHTS | Deixe um comentário

FRIDAY NIGHT LIGHTS segue contando histórias simples e, ainda assim, nos presenteando a cada semana com um ótimo episódio. Desta vez, acompanhamos J.D. Macoy e o o pesado fardo que carrega: aos 16 anos, ele vive apenas para jogar e treinar. Não bebe (nem refrigerante) e seu pai não quer nem mesmo vê-lo envolvido com garotas.  Como se já não bastasse tudo isso, ele ainda sente o peso de ser considerado a nova grande promessa do futebol na sua posição.

Ou seja, FNL não está contando nada de novo, já que sabemos onde tudo isso vai dar. Os Ronaldinhos estão aí para confirmar…

Assim, apesar de arrebentar em sua primeira partida como titular, é triste constatar o constrangimento de todos, principalmente do próprio J.D., quando seu pai invade o vestiário após o jogo , o impedindo confraternizar com os colegas de time.

Eric percebe a situação e pede para que Tim Riggins ajude o garoto. Mesmo não sendo a pessoa mais indicada para ciceronear um jovem inexperiente, acaba sendo louvável o esforço de Tim. Porém, não é surpresa para ninguém que  JD acabe metendo o pé na jaca e tomando o primeiro porre da vida. Desta situação, seguem algumas observações:

 

– Até o Coach Eric se sentiu constrangido no dia seguinte,  quando o Sr. Macoy obriga o filho a desculpar-se com o treinador, por ter bebido. Jurava que Eric diria: “Tudo bem, ele é jovem”…

– É bom Riggins não se tornar “melhor amigo” de JD pois, além do guri estar deslumbrado por Lyla, sabemos que a piriguete não perdôa um “amigo alheio”. Menos mal que JD não se interessou por Julie, pois daí seria sacanagem demais com Matt. Falando em Lyla, parabéns para ela! Vai ser bonita assim lá na p… 

snapshot20081112235746Enquanto isso, o afastamento do time está lhe fazendo muito bem a Matt. Além de poder viver sem pressão e de ter recuperado a mãe, Saracen ainda tem sua primeira “noite de amor” com Julie. Achei tudo muito bem conduzido (principalmente considerando as limitações de tempo), pois mostrou com bastante realismo e sensibilidade os dois jovens, sabidamente inexperientes, tímidos e desajeitados. Melhor ainda foram as caras dos dois depois do “acontecimento”, principalmente o sorriso de Julie diante do espelho. Não era preciso dizer mais nada…

Jason Street, por sua vez, encontra-se enrascado novamente, depois de apostar todas as suas fichas na compra da casa de Buddy. Ele e seus “sócios” não conseguem se entender e as brigas são constantes – tornando cada vez mais distantes os planos de reformar a casa e, posteriormente, vendê-la.

Sorte que existe Eric Taylor, que bem que poderia ser chamado de “Gandalf Taylor” já que, assim como o famoso personagem de SENHOR DOS ANÉIS, ele parece ter  sido enviado ao mundo apenas para ajudar os necessitados. E é isso que ele faz ao perceber a “roubada” em que Street havia se metido: além de incentivar o cara, com um dos seus famosos discursos, mete a mão na massa, inclusive se atrasando para o baile da escola ao ficar até tarde ajudando Jason na reforma.

Fechando a sequência de Street, tivemos aquela bela cena, onde o rapaz canta para o filho ao celular. Nem os, normalmente durões, Billy, Tim e Herc resistem ao encantamento daquele momento.

Também gostei muito do desenvolvimento da história de  Tyra e Landry, embora nenhuma delas tenha trazido nada de surpreendente.

Tyra passa por maus bocados com seu namorado, pois é procurada por uma moça que supostamente carrega um filho dele nos braços. Para piorar, a tal garota reclama da falta de assistência financeira por parte do cowboy. A loira fica furiosa, briga com Cash mas, mostrando-se imbecil como o restante da família, logo engole um papinho do cowboy e, rapidamente, o perdôa.

snapshot20081112235504

Já a história de Landry, particularmente me agradou mais, já que envolveu o lado “musical” do personagem. Ele briga com o baixista de sua banda e precisa selecionar um novo músico para ocupar a vaga. Depois de algumas tentativas frustradíssimas, ele encontra uma garota, que além de ser bem “ajeitadinha” ainda toca e canta bem. Como acho que  Landry e Tyra não agradam como um casal, torço para que ele se acerte com a guria.

Assim, esse foi mais um episódio nota 10 de FNL. Que venha o próximo!

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: