THE SARAH CONNOR CHRONICLE [S02E11] Self Made Man

dezembro 5, 2008 às 12:52 am | Publicado em THE SARAH CONNOR CHRONICLES | 5 Comentários

sarah_connor

SELF MADE MAN é, até agora, o episódio mais “estranho” de toda a série. Sarah aparece apenas por poucos segundos, no começo do episódio, e nem Derek nem Alison dão as caras. John aparece, mas sem acrescentar nada a trama que, assim como ALISSON FROM PALMDALE, é totalmente centrada em Cameron.

sarah11Antes de mais nada, descobrimos que ela não está ali apenas para proteger John. Ela utiliza as noites, enquanto os outros estão dormindo, para interceptar outras ações da SKYNET. No caso, encontramos ela frequentando uma biblioteca onde, auxiliada por um “amigo” paraplégico (a cara do Bruno Gagliasso), pesquisa sobre outros viajantes no tempo.

 

E não é que, somente agora, fui perceber que a Cameron NUNCA PISCA! Igualzinho aos robôs meca de INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL…

ATENÇÃO, SPOILERS A FRENTE!!!!

Apesar de um pouco monótono, o desenrolar da história é interessante, já que a montagem utilizada nos impede de prever o que está por acontecer. No final das contas, até que é tudo muito simples: um Terminator viaja no tempo, visando assassinar um presidente americano. Isso deve ocorrer no ano de 2010, durante um discurso realizado no saguão do prédio Pico Tower. Não é explicada a razão disso, mas o fato é que o desastrado robô desembarca no ano errado (1920) e, por uma coincidência monstruosa, causa a morte do engenheiro que construirá o Pico Tower.

sarah2Com uma lógica digna de nossos colonizadores portugueses, o terminator, ao invés de simplesmente mudar o local do assassinato, resolve roubar bancos e, com o dinheiro, construir, ele mesmo, o tal prédio. Depois disso, ele se esconde dentro de uma parede do hotel e entra em stand-by, aguardando a chegada de 2010. Cameron descobre tudo e consegue impedir que o plano seja finalizado.

Fora isso, o episódio mostra apenas John perdendo o cab… digo, a virgindade com Riley, depois de resgatá-la de uma “festa estranha, com gente esquisita”. Nessa sequência tivemos a confirmação de que:

– Riley, além de ser uma espiã, não bate muito bem da bola – com aquela história de ser “vidrada em objetos brilhantes”… Opa… os Terminators são brilhantes… seria uma dica?!?!?!

– John, tal qual a mãe, sabe muito bem como quebrar a cara de um imbecil.

Encerrando, já estou fazendo mil teorias em relação à “noite de amor” que rolou entre John e Riley. Todas elas envolvem uma provável gravidez da garota. Será que estou viajando demais?

5 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Ai, por favor, não diz isso. Se aquela garota me aparece grávida, eu surto. E como no futuro não tem bebê (não tem filho nenhum de John Connor, tem?), Sarah e Cameron provavelmente gritaria aborto e aí John adolescente enxaqueca teria mais uma daquelas estórias clichê de adolescente incompreendido. Pelo menos ele realmente bate bem, deve ser genético.
    Glau esteve sensacional nesse episódio, gostei muito de fazerem mais um centrado nela, e espero que venham outros.

  2. Adorei a citação de EDUARDO E MÔNICA.

    Sabe, eu achei que o John havia perdido a virgindade naquela noite no Mexico, sabe, eles na banheira, clima romântico, cidade diferente. Tudo propicio.

    Definitivamente, Riley encheu…

    Sinta uma falta da Sarah, mas Cameron é Cameron e foi suficiente.

  3. Thais: o bebê poderia ter sido morto ou sequestrado, o que transformaria John no lider “fodão” que ele ainda não é…

    Maurício: Valeu, adoro LEGIÃO!!!
    Quanto a “virgindade” de John, ele não perdeu naquele dia, porque ele e Riley brigaram no quarto e, quando foram para o bar, teve aquela confusão toda… É o cara é um bundão mesmo!

    No mais, valeu pelo comentário pessoal!
    abraços!

  4. Grande Davi!

    Gostei desse episódio, gosto dos episódios centrados na Cameron, mas, o que enche o meu saco são as historinhas do John e da Riley.

    Abraço!!!

  5. […] já foi dito por David Cruz e Thais Afonso, o episódio mais estranho de toda a série. Até em certos momentos me senti […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: