O DIA EM QUE A TERRA PAROU (The Day The Earth Stood Still/2008)

janeiro 20, 2009 às 3:36 pm | Publicado em Filmes | 4 Comentários

Ao contrário do que tenho lido em alguns sites, acho que, dentre os inúmeros defeitos de O DIA EM QUE A TERRA PAROU, o protagonista Keanu Reeves talvez seja o menor deles. Inexpressivo e frio, como sempre, Reeves acaba sendo eficiente no papel de Klatu, um extraterrestre com uma terrível missão. A sempre bela Jennifer Connelly, da mesma forma, também não compromete, mesmo sem estar em uma jornada das mais inspiradas.

o_dia_parou_1Os maiores defeitos, para mim, recaem sobre o trabalho do diretor Scott Derrickson (do eficiente EXORCISMO DE EMILY ROSE), que conta a história de forma extremamente arrastada (vi muita gente dormindo no cinema) e sem praticamente nenhum momento de tensão.

Outro ponto negativo é a presença de Jaden Smith, parece ter entrado no projeto através de um “carteiraço”. Seu personagem é irritante e praticamente não acrescenta nada a trama (sua função, que é demonstrar um lado mais emocional da cientista vivida por Connelly poderia ser perfeitamente representada por uma foto de um parente morto, por exemplo). Para piorar, o guri tem cenas e diálogos (bobos) em excesso, ficando, ao final da exibição, a impressão de que desperdiçaram tempo demais com ele e deixaram de lado cenas empolgantes.

o_dia_parou_2Fora Jaden Smith, quem me irritou bastante foi a presença mássica do merchandising na tela. Tá certo que adoro o NEW CIVIC, mas me cansei de closes e mais closes do carro ( principalmente do logotipo da HONDA). Isso sem contar a MICROSOFT e a MACDONALDS, bastante presentes na tela.

Os efeitos especiais, normalmente destaque neste tipo de filme,  não me impressionaram tanto quanto INDEPENDENCE DAY, por exemplo. Já o desenho de produção me agradou bastante, por preservar características do filme original de 1951 (o robô gigante é o exemplo mais claro).

Destaque para a presença de Kyle Chandles (o Coach Taylor de FRIDAY NIGHT LIGHTS), no papel de militar arrogante e covarde.

ATENÇÃO, SPOILERS!!!!!

Para encerrar, achei bastante estúpido o plano dos alienígenas: donos tanto poder e tão “fodões” eles não precisariam ter aquele trabalho todo para destruir nossa civilização. Bastaria para eles uma forma mais seletiva de destruição, que atingisse apenas os humanos e estava feita a festa.

Sem contar que essa história toda acaba tirando toda a tensão do filme, pois logo fica claro que apenas acompanharemos Jennifer Connely tentando convencer Reanu Reeves a não destruir nosso planeta – até o momento em que ele, inevitavelmente, diria “Ok, vocês são bacanas e merecem uma segunda chance”.

Enfim, não recomendo o filme. Ele pode até ter algumas cenas boas, mas vale mais a pena esperar que ele passe na SESSÃO DA TARDE.

4 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Fala, Davi!

    Eu não esperava muito desse filme, geralmente refilmagens são enfadonhas, veja o que fizeram com guerra dos mundos, se importam demais com os efeitos e deixam de lado a história e os personagens. Talvez, eu esteja enganado mas, acho que pensam que filme de ficção basta ter visual e efeitos que tudo fica bem, ou talvez seja eu, que ainda me emociono e mijo de rir com Chaplin e ainda acredito que ele é o melhor cineasta de todos os tempos…
    Parabéns pelo seu ingresso no site Cinefilia, já está nos favoritos.

    Abraço!!!

  2. Oi, Davi! voltou a tempo de conferir a estréia de Lost, hein!!!Legal!
    Ainda não vi esse filme, mas ouvi falar que é uma bomba….

    Bj

  3. Parece que você leu meu pensamento. Seus comentários são semelhantes aos que fiz com uma amiga durante o filme. Sim, conversei durante o filme. Tenho essa mania de fazer observações qd assisto a filmes com alguém.

    O 1º comentário que fiz qd vi o filho do Will Smith foi: ” o pai dele deve ter “manadado” colocar o menino no filme”. kkkkkkkkkkkkkk

    Como escrito, acima, por Wagner, tb fico com pé atrás em refilmagens.

    Cara, como o filme é ruim!

  4. Não gostei desse filme, começa e acaba, sem nada pelo meio.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: