JERICHO [2X01] – Reconstruction

janeiro 18, 2008 às 5:06 pm | Publicado em JERICHO | Deixe um comentário

Davi Cruz – Nota 9,0

Após a forte campanha feita pelos fãs da série, JERICHO está de volta. O agradecimento a estes fãs, além da série em si, é estampado em uma das primeiras cenas deste episódio, que mostra um personagem comendo nozes – os mesmas “nutts” enviadas aos donos do canal, após o cancelamento da série.

Esta nova temporada inicia-se logo após o conflito entre os habitantes de Jericho e os de New Bern – estes liderados pelo marginal Constantino – interrompido pela chegada de tropas do “Novo Governo”. Este conflito resultou na morte de 65 habitantes Jericho, incluindo o pai de Jake, o que faz com que o desejo de vingança cresça a cada dia.

As tropas do governo estão ali para pacificar a região, liderados pelo Major Beck (Esai Morales, quem assistiu ao filme LA BAMBA deve lembrar dele como o irmão desenhista do Richie Valens), um militar extremamente duro e inteligente. Ele logo percebe que Jake é o líder natural dos moradores e procura se aproximar dele, inclusive lhe oferecendo o cargo de Xerife da cidade.

Jake deseja vingar a morte do pai, mas após ser aconselhado por Robert Hawkins e por sua namorada, ele resolve aceitar o cargo e desistir, pelo menos por enquanto, da vingança.

Hawkins desconfia das intenções do novos governantes, já que eles estão culpando a Coréia do Norte e o Irã pelos ataques – e ele sabe que não é esta a verdade, além de saber que o seu ex-chefe Valente, agora faz parte do governo.

Sua esposa Darci consegue emprego com os militares, e recolhe informações para Robert, que se mantém escondido num sítio. Ela é seguida por uma soldado até lá. Este soldado é um antigo conhecido de Hawkins, chamado Chavez, que está infiltrado no exército. Ele e Hawkins, apensar da desconfiança mútua, resolvem trabalhar juntos e investigar o novo governo.

Além destes fatos, os principais do episódio, ainda temos Mimi e Stanley. Ele volta a fazer besteira e assina um contrato, na tentativa de salvar a fazenda, mas que pode leva-lo a falência novamente. Ela consegue cancelar o contrato e ter as dívidas da fazenda perdoadas, além de conseguir um emprego na empresa de advocacia da cidade. Stanley a pede em casamento e ela aceita.

Encerrando o episódio, temos a conversa entre o Major Beck e Jake. O militar avisa que Jake, agora como xerife, precisa se preparar para uma nova batalha, já que em alguns dias o novo presidente passará pela cidade. Agora não entendi… Beck está preocupado com a segurança do presidente ou ele é CONTRA o presidente?

Enfim, um ótimo retorno dessa série que gostamos tanto. Pelo menos mais dois episódios já vazaram pela internet e estão sendo traduzidos. Resta saber quando será a estréia “oficial”.

JERICHO [1X22] – Why We Fight

maio 21, 2007 às 9:48 pm | Publicado em JERICHO | 2 Comentários
Eu sempre defendi a série JERICHO, apesar de ler críticas negativas e verificar a baixa audiência da mesma nos EUA. Porém, ao assistir esse episódio, me senti orgulhoso por essa posição.
JERICHO é uma série de baixo orçamento, com muitos furos no roteiro, é chegada num dramalhão, mas é honesta e conta com bons atores, além de uma história central muito interessante. Em certos momentos, me lembra algumas séries do STEPHEN KING, em especial THE STAND – só faltou o fundo sobrenatural.
O episódio 22, nos trás o início da guerra entre as duas cidades. O povo de JERICHO, numa atitude digna dos soldados espartanos de 300, une-se para proteger sua terra, mesmo que com bem menos recursos do que seus “inimigos”.
A grande novidade, para mim, foi a insersão de flashbacks – já tão famosos em LOST. E me pergunto: só pode ter sido preguiça dos realizadores o fato de tal componente não estar presente a mais tempo. A sequencia que mostra o paralelo entre dos discursos de Jack, onde igualmente as pessoas duvidavam de sua capacidade, mostra o quanto as séries estão maduras. Muito bem escrita e realizada, é um dos momentos altos do episódio e de toda a série.
As cenas de batalha são tradicionais e deixam bem claras as limitações de orçamento do projeto.
Talvez as grandes batalhas do SENHOR DOS ANÉIS nos tenham deixado muito exigentes…
Alguns momentos dramáticos – que muitos irão considerar “dramalhão mexicano” – onde todos os atores mostram-se muito competentes. E que só reforçam o clima para a season finale.
Alguns detalhes:
– Heather não está morta. E ela consegue a proeza de direcionar o exército americano para Jericho, a fim de interceder na guerra com New Bern. Sinistra a cena em que Heather observa a nova bandeira americana:
Howkins, ao utilizar o satélite, acaba sendo rastreado por Valente – que ocupa um alto carno no novo governo americano. Resumindo: ele está f….

JERICHO [1X15] – Semper Fidelis

maio 7, 2007 às 11:47 pm | Publicado em JERICHO | Deixe um comentário
O inverno chegou em Jericho. Com dias cada vez mais frios, mesmo os cálculos mais otimistas demonstram que não haverá alimento e nem combustível suficientes para garantir a sobrevivência de todos. A situação se agravou com a chegada do grupo de Roger, que além de tudo ainda conta com muitos doentes.

O atual prefeito, Gray Anderson, pretende expulsar o grupo, para aumentar as chances da população local. Algumas pessoas, por conta própria, resolver reunir o combustível que tem e seus carros e partir de Jericho, para tentar a sorte em outro local – mesmo com todos os riscos que essa viagem possa significar.

Jake ainda encontra-se em recuperação, após quase ter morrido congelado no episódio anterior, quando a cidade é surpreendida pela chegada de um batalhão do exercito americano. Segundo o comandante Gonnie, os EUA venceram “a guerra”e eles estão ali para reestabelecer o fornecimento de energia e a comunicação.


A chegada dos soldados. Acharam que seria a salvação de Jericho…

Uma das coisas que tem me agradado muito em JERICHO (estou alguns capítulos atrasado em relação ao que passa na CBS americana) é que não pretende ser “A Série” e sim, apenas uma série honesta, com bons atores e orçamento modesto.

Neste capítulo, o assunto fica dividido em dois pontos: a chegada de tal batalhão e a luta de Hawkins, na tentativa de proteger sua família.

FAMILIA HAWKINS

Darcy, a esposa de Hawkins está muito desconfiada de Sarah – a amiga misteriosa dele, que no último capítulo mostrou-se muito perigosa e disposta a matar, para recuperar o tal “pacote”.


Sarah em contato com o chefe misterioso

Hawkins, influenciado por essa disconfiança, consegue enganar Sarah e roubar seu comunicador. Ele tem acesso as mensagens armazenadas e fica a par do plano de Sarah – e o risco que isso trás a sua família.

Porém Sarah descobre que foi enganada e usa o filho de Hawkins, Sam, como refém. Darcy e sua filha Alison chegam e também são feitas como refém. Hawkins é obrigado à buscar o “pacote”.


O pacote…

Durante uma luta violenta com Hawkins, Sarah é morta por Alison, com um tiro. Darcy apavorada acaba pegando as crianças e fugindo. O episódio não deixa claro para onde ela foi.


As aulas de tiro de papai Hawkins serviram para alguma coisa…

Dois fatos interessantes:

– O pacote estava o tempo todo atrás de uma parede de tijolos e, aparentemente, trata-se mesmo de um tonel de produto radioativo preso à uma bomba caseira.

– Hawkins se passa por Sarah, após a morte dela. Usando o comunidador, informa que Hawkins está morte e que está com o dito-cujo pacote. Solicita um encontro para entregá-lo. Parece que, finalmente, ele vai descobrir quem está querendo matá-lo.

O GOLPE DOS FALSOS MILITARES

A população de Jericho comemora no bar da Mary. Todos estão empolgados com a presença dos militares e com o suposto final da guerra. Mimi já pensa no seu retorno a Nova Iorque – o que deixa Stanley preocupado, uma vêz que não pretende sair da cidade.

Jake vai ajudar um dos soldados – na verdade uma mulher, cabo Mulland – na busca de peças para consertar o rádio deles. Após conseguire, Jake Garanhão acaba flertando com a soldado e rola um beijo. Fazer o que, né? Desde que Roger apareceu, Jake ficou sem sua amada…

Porém, Jake acaba descobrindo que os soldados não são soldados e sim civis, que roubaram o equipamento do exercito e usam para saquear cidades da redondeza.

Após momentos tensos, conseguem tomar as armas dos soldados e os expulsam da cidade. Porém, decidem não contar nada para o resto da população, de modo a mante-los com esperança. Eles escondem as armas e o tanque de guerra, pois não sabem quando poderão precisar deles…

CONSIDERAÇÕES

– Mais um bom capítulo, onde o pai de Jake mostra-se como a verdadeira liderança da cidade. O prefeito Green, como todo bom politico, tenta comprar os soldados, oferecendo jantar, queima de fogos e festa – e não desconfia do golpe.

– Jake aparenta realmente ter ficado interessado na tal soldado – e confesso que achei essa parte um tanto quanto forçada.


Mimi e Stanley
Apesar de clichê, são dois personagens simpáticos

– Hawkins parte para o “vai ou racha”, uma vez que tanto ele quanto sua família já estão expostos e correm altíssimo risco. Porém, ainda não sei se ele é “mocinho”ou “bandido”.

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.